Nota sobre ELAS

ImageAs palavras, mais do que tudo que me toca, me surpreendem. Me surpreendem por me eternizarem em um eu que eu já não sou mais. Eu me relembro pelas coisas que eu escrevi e sei, de uma forma falha, que já não sou o que eu escrevi. Eu já não sou quem eu era a uma hora atrás, eu sou transitória, as palavras são permanentes. E, se tudo passa, e, elas, só elas, tão magnânimas, imponentes, firmam minha imagem em um determinado momento, eu não esquecerei do que fui. As palavras são o auxílio da memória, as palavras são a transcrição de mim, de inúmeros eus.

As palavras são o meio, eu sou o fim.

(Bruna Alencar)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s