Imagem

“Eu só queria te contar da dor que eu estou sentindo por não conseguir parar a sua dor. Eu sei que nós estamos nas extremidades, você na extremidade da agonia e eu na extremidade do alívio. Mas nunca é só isso. Eu decidi de te deixar para não me matar para estar contigo. É uma questão de matemática. Dois corpos ou um? Você foi o sacrificado. Desculpe minha covardia. Desculpe mesmo. Desculpe minhas lágrimas tão descabidas, tão intrometidas, tão inconvenientes. Eu deveria ter olhado em seus olhos sem nenhuma dúvida – mas eu tinha tantas! – e ter te dito de forma seca e pragmática: você é uma ferida aberta, um ponto exposto, você é a razão pela qual eu perdi o sono, o fôlego e as perspectivas de revoluções além-mar, ao passo que é a razão pela qual meus olhos transbordam, o sorriso amacia e a voz fica lenta, profunda. Você é divisa desse meu Estado sem limites. Você doí em mim.

Você deve estar deitado, velando os sons da madrugada e pensando em tudo que fomos, esquece-te, provavelmente, do principal, de que se eu te deixei ir é por saber que a vida segue de lado, bamba, e eu não quero ser contrapeso. Entenda, se eu grito minhas verdades e as embrulho em um amor frêmito, é por não saber que eu não posso voltar para a minha solidão carregando outro corpo. Se você morrer de amores, renascerá. Eu, não, pois sou um eterno corpo frouxo, condenado a pender para fora, nunca entrar, nunca sair. Uma parte dentro, uma parte fora. O que sobrar eu envolvo na agonia e levo para essa longa viagem, na qual eu fico feliz por não te levar. Adiós!”

(Crônica da Retratação da Dor – Bruna Alencar)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s